Rota do reparador - Da Redação

Ciclo de palestras do Rota do Reparador: treinamentos em Uberaba, Limeira, Ponta Grossa, Taubaté, Bauru, Belém, Piracicaba e outras 4 escolas

Escolas dos estados de São Paulo, Minas Gerais, Pará, Paraná e Goiás receberam reparadores para as palestras das marcas Elring, Nakata, Delphi, Mann-Hummel, Schaeffler e Chiptronic. Os reparadores puderam interagir com os palestrantes e tirar dúvidas

O Rota do Reparador prosseguiu sua caminhada, dando continuidade ao  ciclo de palestras com as Escolas Senai de Uberaba (MG), Limeira (SP), Ponta Grossa (PR), Taubaté (SP), Bauru (SP), Belém (PA), Piracicaba (SP), Suzano (SP), Itumbiara (GO) e nos bairros Ipiranga e Vila Leopoldina, na cidade de São Paulo. Confira como foram as palestras da Elring, Nakata, Schaeffler, Delphi, Chiptronic e Mann-Hummel:

Uberaba

O treinamento de Uberaba, Minas Gerais, aconteceu no dia 4 de abril e contou com palestra da Elring. O reparador Clifor Lopes de Freitas, da Automecânica Jonas, contou que foi muito importante participar do treinamento da Elring: “me trouxe conhecimento que eu não tinha, principalmente sobre as juntas metálicas. Esses eventos são importantes para sabermos como aplicar corretamente os produtos. Fiquei muito satisfeito com o programa e gostaria de ver mais informações sobre aplicação, de tipos de produtos e suas especificações”, sugeriu.

Marden Wellington, do Centro Automotivo Lucas Carvalho, contou que treinamentos como o Rota do Reparador faziam falta na região: “sempre que tiver opotunidade virei ao treinamento, pois aqui na região nós nunca tivemos.”

O profissional Vagner Moreira, que trabalha na Turca Motors, resumiu: “nós aprendemos muita coisa sobre cabeçote, juntas, retentores, uso correto do parafuso e não reaproveitamento do mesmo, pois pode dar consequências graves ao motor do carro, etc. Para nós esse tipo de treinamento faz diferença na hora de executar um bom serviço e fazer o que o cliente pede à altura do nosso cliente.

Limeira

Também no dia 4 de abril aconteceu a palestra em Limeira, no interior de São Paulo e contou com palestra das marcas Nakata e Snap-on. O palestrante Aelson Rios, da Nakata, afirmou que é importante manter contato com o público reparador: “para a empresa é muito importante termos essa oportunidade de divulgar a nossa marca e também trazer informações para esses profissionais carentes de treinamento. Nós trazemos os desenvolvimentos de produto, o tipo de material que utilizamos na fabricação, a diferença entre o nosso produto e outros sem procedência, as condições de uso e instalação, etc.

O reparador da Auto Elétrica Joelim, Alexssandro Frazio, afirmou: “foi muito importante vir ao treinamento e sempre participarei. Fiquei muito contente com o conteúdo apresentado e eu gostaria de ver mais informações de carros novos, que normalmente as montadoras escondem de nós.”

O instrutor Eduardo Zanetti, da Snap-on do Brasil, relatou: “toda palestra e curso são importantes para a formação do reparador e para que ele desenvolva um bom trabalho na oficina.”

O reparador João Kleber, da JR Auto Center, afirmou: “hoje em dia precisamos de muita informação pois são muitos produtos novos apresentados e que acabam aparecendo nas nossas oficinas. Eu gostaria de ver mais informações sobre injeção eletrônica e sobre o desenvolvimento de lubrificantes de motor.

Ponta Grossa

Também no dia 4 de abril foi a vez do Senai de Ponta Grossa, no Paraná, receber o ciclo de palestras do Rota do Reparador com a marca Schaeffler com os produtos da LUK. O reparador Geraldo Vriesman, da Mecânica Geraldo, ressaltou que o rota do Reparador é um diferencial no mercado: “todas as palestras são muito importantes e deveriam ser feitas mais vezes durante o ano. Fiquei bastante satisfeito com as informações passadas e gostaria de receber boletins técnicos das marcas presentes nas palestras.”

O profissional Lori Wilpert, da Auto Mecânica do Tche, argumentou que: “tirei algumas dúvidas no evento e com certeza estarei aqui nas próximas edições. Poderíamos ter mais tempo e mais palestras como esta.”

O reparador William Pendrak, da oficina Pendrak Automecânica, afirmou que a experiência foi ótima: “valoriza a nossa profissão e por isso não poderia perder. O meu objetivo é sempre estar atualizado para poder dar maior suporte para os clientes que atendo.”

O instrutor Mario S. Junior, da Schaeffler do Brasil, contou: “para nós é um prazer imenso apresentar todas as informações sobre os produtos. Nós tentamos transmitir todo o conhecimento e também aprendemos com as dúvidas dos reparadores. A gente percebe a carência desse público sobre as informações de embreagem, por isso tentamos trazer o máximo de conteúdo possível. Aí temos a certeza de que eles vão levar um pouco mais de conhecimento para casa.” O reparador Lucas Moreno, da Mecânica Som e Auto, resumiu: “com essas palestras nós aprendemos a trabalhar com mais qualidade e melhor no nosso dia a dia.”

Taubaté

No dia 6 de abril foi a vez da Escola Senai Félix Guisard de Taubaté receber as palestras o Rota do Reparador, contando com instrução das marcas Delphi e Chiptronic. O mecânico Alberto Pires Júnior, da Reval Pneus, contou que os treinamentos são essenciais: “conhecimento é sempre bom e aqui na região esses treinamentos faziam muita falta. Fique satisfeito com o resultado e com o aprendizado de hoje. No meu ramo eu gostaria de ver informações sobre a Nakata, pois cuido de autocenter. Por conhecer o Jornal Oficina Brasil há muito tempo, sei que ainda teremos muito material pela frente.” Alberto Júnior ganhou o tablet, que sempre é sorteado em todas as palestras do ciclo do Rota do Reparador.

O palestrante Bruno Reis, da Chiptronic Eletrônica do Brasil, contou: “é muito interessante ter esse retorno do nosso cliente (reparador). Nesse contato direto com eles têm sido muito bom para conseguir levar informações para a nossa empresa. Além disso mostramos para os reparadores que a eletrônica está cada vez mais presente nos veículos atualmente.”

O proprietário da Amaro Auto Elétrico, Amaro Joaquim da Silva, afirmou que sempre é de grande valia esse tipo de evento: “fiquei muito contente com as marcas presentes e com as informações passadas.” O reparador Felipe W. Carvalho da Silva, da Oficina IndyCar, ressaltou que os eventos como o Rota faziam falta: “certamente estarei aqui nas próximas edições, fiquei bastante satisfeito. Eu gostaria de ver mais palestras com essas dicas que nos deram.”

Ronald Almeida Duarte, da Grand Prix, afirmou que foi ótimo participar do evento: “muitas vezes nós não temos condições para pagar um curso para um funcionário, e o ciclo de palestras do Rota do Reparador nos auxlia bastante. Estive, estou e estarei presente em todas as etapas do treinamento Rota. Acho que está ideal o que estão nos apresentando, desde a organização até as palestras. Muitos cursos pagos não tem tanta informação quanto esses do Rota.”

Bauru

Também na noite de 6 de abril a cidade de Bauru recebeu o Rota do Reparador com treinamento da Mann-Hummel e Nakata.

O profissional da Nairan Sul Motors, Leandro Alves, deixou evidente o quanto gostou do treinamento: “é sempre bom saber das inovações do mercado. Precisamos estar sempre atualizados para poder atender bem os nossos clientes. O contato com o SENAI é sempre bom. Sempre saio satisfeito com os treinamentos do Rota do Reparador.”

Murilo Takeshi, da Uno, contou: “através do conhecimento passado eu vou conseguir reparar, de forma melhor, os veículos na minha oficina. Devemos aproveitar todas as oportunidades que aparecem para obter informações, principalmente porque aqui na região é raro. Vou indicar o Rota do Reparador para todos os meus amigos reparadores. Mas o conteúdo foi ótimo! Está perfeito, a organização foi impecável e voltarei mais vezes para ver esses treinamentos, pois eles nos dão a chance de tirar dúvidas.”

Paulo Sérgio Fidalgo, da oficina Rodrigues e Fidalgo, corroborou com o depoimento de Takeshi: “hoje consegui tirar muitas dúvidas. Eu nunca perdi nenhuma edição do Rota do Reparador. Quando nos convidam eu confirmo na hora, principalmente porque já utilizo as marcas Mann-Hummel e Nakata no meu dia a dia.”

Belém

Na terça-feira 11 de abril o estado do Pará recebeu o ciclo de palestras do Rota do Reparador com a marca Schaeffler. Ademaria Araújo dos Santos contou: “para mim é fundamental esse conhecimento transmitido. Precisamos muito desse suporte aqui na região norte do Brasil! A cada palestra nós conseguimos extrair um conhecimento muito grande. Fiquei satisfeito e sempre recomendo a INA e FAG para os meus clientes. Esse tipo de treinamento nos dá a oportunidade de crescer na nossa profissão.”

Arnaldo Carneiro, proprietário da Oficina do Mineiro, afirmou: “é a segunda vez que participo do Rota do Reparador e sempre veio porque o reparador independente se sente sozinho no mercado, pois até agora não tínhamos com quem contar. Com o Rota do Reparador isso mudou. A ajuda às oficinas independentes é importante porque a maioria começa ‘do nada’, sozinho, sem apoio nenhum. A maioria de nós reparadores trabalha com o famoso marketing ‘boca a boca’ e competimos com empresas grandes, com mão de obra inferior e mais cara. Ou seja, nós temos que consertar o erro dos outros. Outra coisa é que algumas oficinas, nas quais os profissionais não tem conhecimento, acabam condenando um sistema inteiro (suspensão, por exemplo) por causa de uma peça menor. E isso é o que mancha o nome dos reparadores independentes, quando na verdade somos honestos e fazemos um serviço de qualidade”, alerta o reparador.

Reginaldo do Nascimento comentou: “aprendi sobre temas que nunca apareceram aqui na região. Não existem pessoas que se dediquem à ministrar palestras aqui em Belém, por isso fiquei muito contente com o Rota do Reparador.”

Piracicaba

Também no dia 11 de abril aconteceu o evento do Rota do Reparador, mas em Piracicaba, interior de São Paulo. Lá estiveram presentes as marcas Chiptronic e Mann-Hummel.

O profissional da reparação independente Higor Caldeira, da Farias Centro Automotivo, afirmou: “o Rota do Reparador é muito importante para adquirir conhecimento e tirar dúvidas. Com certeza estarei aqui nas próximas edições.”

José Lopez, da Mecauto, resumiu: “quanto mais informações, melhor. Esse tipo de treinamento é bom para acompanharmos a evolução do mercado e já venho às palestras desde a primeira edição. É muito bom!”

O reparador Pedro Tonin contou: “receber esse tipo de conteúdo, que eu não sabia, é muito importante. Nós não temos onde buscar essas informações exclusivas das fabricantes. Os filtros da Mann-Hummel e as dicas da Chiptronic foram fundamentais para o meu dia a dia.”

Suzano

A terceira palestra de 11 de abril aconteceu em Suzano, na região metropolitana de São Paulo, com treinamento da Nakata. Ricardo Santine, proprietário da Auto Mecânica Santine, afirmou: “trabalho muito com a Nakata e para mim foi muito importante ter essas informações da marca. Com certeza estarei aqui nas próximas edições.”

O reparador Rogério Santile, da Santile Automecânica, contou: “o que vivenciamos hoje já agregou bastante para o nosso dia a dia.

Itumbiara

A cidade de Itumbiara, em Goiás, recebeu o Rota do Reparador no dia 18 de abril com treinamento da Elring. O profissional da Real Mecânica, Janio Aparecido de Oliveira, resumiu: “esse evento foi importante porque normalmente não temos isso aqui na cidade. Sempre que for convidado eu virei conferir o conteúdo apresentado, porque fiquei bastante contente. Às vezes nós passamos pelas informações em ter noção do que aquilo pode representar, e aqui eu percebi algumas coisas que sempre aparecem no dia a dia que eu não dava atenção. E para mim, que trabalho com linha diesel, é ainda mais difícil acessar informações.”

José Antônio, da Retificadora Exato, afirmou sobre a importância do treinamento: “relembrar é sempre positivo. E o Rota é importante para nos mostrar os caminhos certos para auxiliar no diagnóstico. Assim conseguimos fazer um serviço melhor. E para mim, que trabalho com retífica, a palestra da Elring foi fundamental.”

O reparador da Auto Mecânica Mecalfi, Valter Ferreira, contou: “o evento mostrou que não basta ter um produto de qualidade. É preciso ter mão de obra qualificada também.”

Ipiranga

Para finalizar os treinamentos do Rota do Reparador de abril, o SENAI Conde José Vicente de Azevedo, em São Paulo, recebeu os treinamentos da Mann-Hummel e Chiptronic na noite de 18/4.

O reparador Alexandre Araújo, da Mecânica Mangueira, afirmou: “conhecimento nunca é demais. A gente sente muita falta dessas palestras no dia a dia. Gostei bastante de tudo!”

O profissional Hans Alves, da Hans Car Preparações, contou: “as montadoras sempre estão lançando produtos novos e é bom poder saber aplicar isso tudo. Sempre estarei aqui nas próximas edições. Eu gostaria de ver mais informações sobre as tecnologias dos motores.”

William de Melo Borges, da Eletrotec, gostou muito da atualização: “os palestrantes ajudaram bastante, com informações bastante didáticas. Ajudou muito para o meu dia a dia na oficina. Estou ficando muito contente, porque sempre participei das palestras do Rota e agora consigo melhorar a minha mão de obra.”

Vila Leopoldina

No dia 18 de abril o SENAI Mariano Ferraz, da Vila Leopoldina em São Paulo, teve treinamentos da Delphi e Nakata. O reparador da Chaveiro Caw Boy, Fabiano Exposto, contou: “tudo o que eu vi é muito importante para a minha área, eletrônica e injeção. Aqui nós vimos que muitos equipamentos podem auxiliar de outras formas a chegar ao diagnóstico certo. Foi tudo muito esclarecido! Acredito que deveríamos ter mais tempo, até para tirar dúvidas.”

Jones Avelino, da ProSaldi Tunning, conseguiu aproveitar bastante o evento e mostrou uma opinião diferente de Exposto: “todas as minhas dúvidas foram respondidas. Já estamos num nível bastante elevado nesses treinamentos.” O instrutor Pedro Ferreira afirmou: “esta oportunidade de estarmos em contato com os reparadores é única. Só temos a agradecer à Rota do Reparador por essa oportunidade. Aqui nós tentamos mostrar informações técnicas sobre a troca de óleo, a substituição de filtros e como fazer da forma certa. Infelizmente não é todo mundo que tem acesso à internet, por isso é importante o curso presencial e a chance de tirarmos as dúvidas desses profissionais.”

 

 

comentários
Avaliar:

Comentários