Oficina Brasil


Mitsubishi promove rali de regularidade para clientes da marca no interior de Minas Gerais

Tiradentes foi a cidade escolhida para a terceira etapa da temporada que terá 13 corridas, e o Jornal Oficina Brasil marcou presença no pódio

Compartilhe
Por Vinícius Montoia


Avaliação da Matéria

Faça a sua avaliação


 A equipe do Jornal Oficina Brasil participou com uma L200 Triton Savana e os integrantes foram Jorge Matsushima como navegador e Vinicius Montoia, pilotoO Mitsubishi Motorsports deu continuidade a sua competição mais empolgante no sábado, dia 21 de maio: o Rali de Regularidade, que aconteceu em Tiradentes, interior de Minas Gerais. A prova é voltada para os consumidores da marca, bastando ter um veículo com tração 4x4: ASX, ASX Outdoor, TR4, Pajero, Pajero Full e Full 3D e a picape L200. E foi com a Mitsubishi L200 Triton Savana automática, que custa R$ 146.990, da qual você verá todos os detalhes na edição de julho, que o Jornal Oficina Brasil participou do evento. 
Para quem é cliente da marca basta, além de pos

A Mitsubishi L200 Triton Savana tem motor 3.2 Diesel de 180 cv e 38 kgfm de torquesuir um dos veículos citados acima, levar 30 kg de alimento não perecível para participar da prova, que tem inscrições abertas no site da montadora 12 dias antes da realização do evento. De acordo com a organização, as inscrições se encerraram em 10 minutos, devido à quantidade enorme de participantes. A cidade escolhida, a pequena mas encantadora Tiradentes, é o cenário perfeito para um passeio em família, unido a uma competição saudável.

A competição é dividida em três grupos: Graduados, os que já têm mais experiência; Turismo, que seria para intermediários e Turismo Light, iniciantes. Concorremos na categoria Turismo Light na subdivisão Imprensa. O trecho de quase 200 quilômetros demora cerca de quatro horas para ser percorrido e para os Graduados, cinco horas. Mas a complexidade e desafio são tão grandes que não parece que se passou tanto tempo dentro da picape.

Os vencedores da categoria Graduados foram Otavio Enz Marreco e Allan EnzE por falar na L200 Savana, é possível dizer que é uma das picapes médias que tem maior estabilidade entre as concorrentes e no percurso ela sequer hesitou e chegou ao final da prova ainda com muito fôlego para oferecer. O visual proporcionado pelas montanhas mineiras muitas vezes não foi aproveitado, por conta da adrenalina de chegar ao ponto de cronometragem no momento certo.

Jorge Matsushima (navegador) e Vinícius Montoia (piloto), do Jornal Oficina Brasil, ficaram em terceiro lugarComo funciona: os competidores precisam seguir a trilha fornecida pela organização da prova e todos devem passar pelos PCs (pontos de cronometragem). Mas há um tempo estabelecido para passar em cada um deles, o que determina perda de pontos se os competidores passarem pelos pontos antes ou depois do tempo estabelecido.

Dyrceu Filho e Celia Mello, do Rio de Janeiro, participam da prova desde o começo: “esse ambiente é muito bacana. É uma competição, mas sempre respeitando uns aos outros”, fala Dyrceu.  Já Luis Henrique Tavares e Gabriella Casanova, assim como a equipe do Oficina Brasil, saíram de São Paulo e viajaram mais de 500 quilômetros para participar: “viemos para desestressar. A gente chega na véspera e só vai embora no domingo, assim dá para aproveitar e conhecer a região”, explica Gabriella.

O Jornal Oficina Brasil conseguiu a terceira colocação na categoria Turismo Light – Imprensa. A premiação foi seguida de almoço, oferecido pela Mitsubishi para todos os mais de 300 carros e 648 participantes. A próxima etapa acontece no interior de São Paulo, em São José do Rio Preto, no dia 11 de junho.

 

 

Comentários