Oficina Brasil


Celta 1.0 falhando na reduzida

Entenda como solucionar o problema do Chevrolet

Compartilhe
Por Da Redação


Avaliação da Matéria

Faça a sua avaliação

Defeito

O modelo da Chevrolet, ano 2004, deu entrada à oficina apresentando falha no motor em altas rotações e em reduzidas, o veículo também apresenta luz de temperatura e de injeção acesas.  

Diagnóstico

Ao iniciar o diagnóstico, o reparador conectou o scanner no sistema do veículo, mas ao realizar a leitura não constatou falhas. 

Depois de haver tentado diversos procedimentos a fim de localizar o responsável pela falha e não obter sucesso, decidiu recorrer aos seus colegas cadastrados no Fórum. 

Ao ler o relato do reparador, um companheiro de profissão prontamente respondeu para verificar se o sensor de temperatura estava funcionando bem, recomendando conectar o scanner e verificar o funcionamento e faixa de temperatura do componente, pois havia a possibilidade de o sensor acusar baixa temperatura e consequentemente afogar o veículo. 

Logo em seguida o reparador tornou a responder que já havia testado o sensor através do scanner e o componente estava funcionando perfeitamente. 

Solução

Após alguns dias, o reparador retornou ao Fórum para dar uma resposta aos seus colegas de profissão. Ele relatou que após muito quebrar a cabeça e ainda insistindo no diagnóstico, começou a revisar cada componente do veículo e foi quando notou que as velas de ignição eram diferentes. 

Ao retirar os componentes notou que as velas eram de três marcas diferentes, e ainda ao verificar na tabela notou que as velas estavam com aplicação errada para aquele motor. Após constatar esse detalhe, trocou por velas de correta aplicação e de mesma marca, e ao testar o veículo notou que o motor não mais apresentava falhas em altas rotações e em reduzidas. 

Quando viu a resolução do tópico, um companheiro de profissão salientou que atualmente devemos prestar muita atenção para as peças que utilizamos nos veículos de nossos clientes, pois existem uma enorme variedade de marcas no mercado, mas ainda hoje são poucas as marcas que possuem uma qualidade confiável. Complementou recomendando que, por esse motivo, devemos sempre verificar a correta aplicação da peça para o veículo que será feita a manutenção, além de aplicarmos uma peça de boa qualidade para evitarmos corrigir o problema em questão, mas em contrapartida causarmos um defeito colocado no veículo

Comentários